"Todos somos espinhos em potencial, apenas exalamos perfume para disfarçar."



segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Yo Te Quiero




Acho engraçado o jeito antiquado das pessoas. Acham espaço para te alertar, enquadrar, julgar, se acham donas da moral e dos bons costumes, acham que sabem tudo do além e do aquém.

Acho completamente bizarro, o modo de ver o outro, que alguns que me circulam têm. Sempre com a necessidade de subjugar e ainda te repugnar por qualquer comentário completamente previsível, do tipo que todos veem, mas quase nenhum tem coragem o suficiente, para fazer ir além do pensamento e se concretizar em voz.

A sensação de ser cárcere da tua rotina é completamente irritante. Como é tedioso manter relações sociáveis com aqueles que não são teus escolhidos para um bate-papo ao fim da tarde... Por exemplo.

O poder de escolha é glorioso. Escolher o que comer, o que vestir, onde ir e principalmente com quem andar. As pessoas estereotipadas são tão chulas. Alguns são personagens que nem eles mesmos acreditam, mas que todos aplaudem, seja por falta de senso crítico ou por uma aceitação irrisória do tipo: tanto faz.

Sem mencionar aqueles, dotados de conhecimento supremo, que são tão magníficos (para eles mesmos) que se esquecem de colocar os pés no chão.

Admiro a minha capacidade de algumas vezes falar sem pensar. Isso me faz mais verdadeiro e menos ator. Aparenta transparência, ainda que não seja. Antes isso, do quê pensar e planejar tal qual uma cobra que ensaiam o bote.

As pessoas têm esses instintos animalescos... Se acham tão racionais e ao mesmo tempo se desdobram para achar uma resposta que deixe o outro sem ação.

As relações interpessoais são tão metódicas e me lembram uma peça do tipo comédia. A comédia da vida real... Todos rindo no aperto e balançar do ônibus e cada qual formulando suas teorias e respostas dos quês e por quês... Ê vidinha humana, ê vidinha animal... Apesar dos pesares, yo te quiero, é assim que tem que ser, né? Então vamos viver.

16 comentários:

  1. a consciência de tudo isso é o maior carma que alguém pode carregar...
    -

    gostei {:

    ResponderExcluir
  2. Magnífico ponto de vista, Guilherme.

    São cobras querendo agradar cobras... Uma hora ou outra elas acabam se abocanhando. É triste de ver... em alguns casos é cômico, mas na maioria é triste, pois são humanos como nós.

    Peço por eles todos os dias... Para que haja uma mudança em messa, um abrir de olhos e de mentes... Para que haja mais humanidade nesse lixo social.

    É um sonho que começa a se realizar aos poucos... como agora por exemplo.
    Quer uma complementação de nossos pensamentos? http://belatagarela.blogspot.com/2010/10/cara-cada-ano-de-eleicao-eu-vejo-o.html É bem capaz que você se encontre em muitas linhas do post da Bela.

    Obrigado por sua última visita... Só têve a encrementar com o texto.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gui,
    Gostei de como você colocou tudo isso que também me causa enjôo.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  4. De uma forma ou de outra... Viver é muito bom!
    Esses conceitos de certo ou errado nos levam a querer revolucionar, criar e recriar!

    As pessoas sempre tiveram a mania de achar que estão mais certas ou que sabem mais que outros. Certas pessoas não aguentam essa pressão e se rebelam, tudo como forma de chamar atenção, nada mais.

    O segredo de aprender a conviver em sociedade, seja ela como for...

    Adorei o texto! :)

    ResponderExcluir
  5. ah, eu tAMBÉM tenho uma grande capacidade de falar sem pensar, impressionante o quão espontâneos nós somos guilherme. Adorei que você visitou meu blog, sempre que eu visito o seu fico encantada com seu jeito de pensar conforme dito no seu texto, adorei de verdade! *-*

    ResponderExcluir
  6. Guilherme, pela a sua foto, você tem cara de ser novinho. Então eu devo ter uns 15 anos a mais que você, talvez? E , olha que pretensão, me deu vontade de escrever que melhora, com o passar do tempo. Começamos a conviver com pessoas menos fake, pelo menos comigo foi assim.

    As relações humanas? aff, divã para elas.

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Ola Dando uma visita (espero retribuicao rs) :)
    Muito bom seu Texto .

    Flw .

    ResponderExcluir
  8. A vida é complexa e nós tanto quanto ela. E seguimos...

    Obrigada pela visita!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Concordo!
    Algumas pessoas não sabem quem são de verdade, cada semana é um alguém diferente... E se tem algo que me irrita bastante é a falta de personalidade.
    Sou completamente a favor das mudanças, mas quando elas partem de você e para você!

    Ótimas considerações.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, você falou uma coisa que é totalmente verdade. Todos os dias nos deparamos com gente assim. Gente que, são stisfeita com a vida delas, vão se intrometer na nossa - muitas vezes até demais. Gostei muito, mesmo. :)

    ResponderExcluir
  11. Adorei o blog!
    Passa no nosso também?
    http://www.apenasumavirgula.blogspot.com/

    beeeijo :*

    ResponderExcluir
  12. Ei Gulherme, belo texto, boa reflexão.
    Olha , tem um Selinho no meu blog pra vc.
    Um beijo,
    Fé Fraga.
    http://mefaltaumpedacoteu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. seguindo :)

    http://apeenas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. É horrivel isso de ter de conviver com quem não se quer, ainda mais quando realmente somos obrigados. Eu não gosto dessas relações mesquinhas que alguns seres humanos aderiram. Relações por interesses, por alguma coisa que vai lhe fazer bem e não pelo simples fato de gostar de ti e gostar de ser seu amigo. O mundo está cheio de gente assim, gente que só usa os outros. Mal sabem elas que um dia elas serão as usadas.

    Gostei do titulo, yo amooo español y me gustaria hablar más pero nuestra lengua es el portugues entonces... jajaja

    Beijos



    http://issosimeatual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Vc como sempre Gui trazendo suspiros com seus textos... adoreei!!!
    beijo e bom feriado! ;*

    ResponderExcluir